Resenha de amor plus size



Olá, viciados em Café!
A resenha de hoje, sim eu sei que faz um tempão que eu não os atualizo com minhas leituras, é muito especial e eu demorei um pouquinho para conseguir ordenar meus pensamentos e escrevê-la.
Primeiro, gostaria que antes de lerem, vocês saibam que amor plus size é mais do que um livro, para mim foi como se esse livro tirasse um peso enorme de meus ombros.
Já conhecia o trabalho da Larissa Siriani, participamos juntas da antologia amores (im)possíveis e eu inclusive usei o conto dela, Te ver de novo, com meus alunos e o contei em uma aula da faculdade. A escrita dela é fluida e espetacular.
**********
Autora: Larissa Siriani
Editora: Verus
Páginas: 280
Edição: 1
Ano: 2016

RESENHA:
A uma Larissa que, depois de uma vida sem espelhos, finalmente conseguiu ver seu reflexo em algum lugar.
Começo a resenha com um trecho da dedicatória do livro. Assim que o abri, depois que a Saraiva o entregou, me surpreendi com estas palavras. Vida sem espelhos, eu, Jariane, já evitei me olhar no espelho por não me achar bonita o suficiente.
Neste livro, conhecemos Maitê Passos, uma garota de 17 anos, com mais de cem quilos e com a autoestima lá no dedão do pé. Ela sofre constantemente bullying e ainda tem de aturar sua mãe a levando em uma médica que a coloca cada vez mais para baixo, fora tudo isso, ela ainda tem um crush pelo cara mais gato e cobiçado da escola.
Maitê não se acha digna desse cara e sua vida, que já não era nada fácil graças a Maria Eduarda, se torna ainda mais complicada quando ela tem que fazer um trabalho em dupla com esse garoto. Ela sofre por antecipação e nem a conversa com o melhor amigo, Isaac, alivia essa ansiedade.
Abro um adendo aqui para falar da amizade de Maitê e Isaac, ele é o melhor amigo que uma garota poderia ter e com certeza um dos meus personagens favoritos. Ele ama fotografia e tem uma coleção de máquinas fotográficas.
Voltando, Maitê tem de fazer um trabalho com Alexandre, o garoto lindo e popular, e se surpreende quando eles vão fazer o tal trabalho e vê que apesar do que ela pensa sobre si mesma, eles podem ser amigos.
Esse é só o começo das mudanças da vida dessa garota linda e que não se vê com clareza.
Se contar mais, estarei revelando a jornada dela e eu não quero estragar a surpresa.
Maitê mudou minha visão de mundo. Ela fez com que eu visse que sou muito mais do que o número que visto e que sim, não tem nada errado em eu ser uma garota e em eu ser gorda.
Eu queria que a Jariane de dezessete anos tivesse conhecido uma Larissa, que criou uma Maitê, tenho certeza que aquela eu, que teve uma crise de ansiedade por não se achar boa e que foi rejeitada e eleita a mais feia da sala, teria entendido e se visto em um livro.
Tenho que agradecer a Larissa, tão parecida comigo no gosto pela Demi Lovato, e pela Maitê, por ter feito com que eu me olhasse no espelho e acreditasse em mim.
Larissa, nos agradecimentos do livro, quando dedicou o livro a si mesma, me fez ver que não é egocentrismo você se parabenizar por ter feito algo incrível, principalmente quando transformamos nossa dor em poesia.
Larissa, se a Demi é sua diva, você é a minha. Muito obrigada por esse livro.
Aqui vai uma última frase da Demi e que a autora cita no final do livro:

Quando perceber que está inseguro, pare na hora e diga: Eu acredito em mim mesmo. 

Share this:

JOIN CONVERSATION

6 comentários:

  1. Já ouvi bons comentários e tô bem curiosa pela leitura do livro.
    Achei muito interessante a premissa.
    Art of life and books.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele vale muito a pena, é um livro maravilhoso *--*

      Excluir
  2. Nunca tinha ouvido falar e fiquei muito curiosa! Gosto muito de livros com premissa assim e mais que isso eu tenho uma turma de alunos que sofrem demais com problemas de autoestima por causa do corpo, na verdade quem nunca sofreu né? Os padrões sempre estão nos cobrando e sempre estamos insatisfeitos com algo... Acho que essa parece uma leitura muito legal, vou tentar ler e talvez até fazer um trabalho com o livro e os meus alunos...

    Obrigada pela resenha!

    Beijinhos Bi
    https://janeladela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro dá para fazer um trabalho ótimo, ele é maravilhoso *--*
      Realmente, sempre sofremos em relação a nosso corpo, mas qualquer coisa que nos ajude a superar isso é muito válido ♥

      Excluir